terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Último post do ano!


E nada melhor do que champagne para brindar um 2009 que promete! Vou finalmente começar a operar na implanto, vou terminar (ALELUIA) de pagar o meu carrinho, vou iniciar um grande investimento pra carreira, vou poder diminuir um pouco o ritmo da correria (talvez só em outubro, mas tá valendo) e tudo de bom que ainda está por vir!

Quero aproveitar minhas amigas e amigos, ajudar mais no centro espírita e entrar para alguma ONG de ajuda aos animais!

Que 2009 seja repleto de felicidade, amor, paz,realizações e muita luz!!

Feliz ano novo!

domingo, 28 de dezembro de 2008

Tocando em frente - Almir Sater




Ando devagar porque já tive pressa
E levo esse sorriso porque já chorei demais
Hoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabe
Só levo a certeza de que muito pouco eu sei
Ou nada sei

Conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maçãs,
É preciso amor pra poder pulsar,
É preciso paz pra poder seguir,
É preciso a chuva para florir

Penso que cumprir a vida seja simplesmente
Compreender a marcha e ir tocando em frente
Como um velho boiadeiro levando a boiada
Eu vou tocando dias pela longa estrada eu vou
Estrada eu sou

Conhecer as manhas e as manhãs,
O sabor das massas e das maçãs,
É preciso amor pra poder pulsar,
É preciso paz pra poder seguir,
É preciso a chuva para florir

Todo mundo ama um dia todo mundo chora,
Um dia a gente chega, no outro vai embora
Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si carrega o dom de ser capaz
E ser feliz

Conhecer as manhas e as manhãs
O sabor das massas e das maçãs
É preciso amor pra poder pulsar,
É preciso paz pra poder seguir,
É preciso a chuva para florir

Ando devagar porque já tive pressa
E levo esse sorriso porque já chorei demais
Cada um de nós compõe a sua história,
Cada ser em si carrega o dom de ser capaz
E ser feliz

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

O amor nos tempos do cólera

Simplesmente amei. Levei um tempinho pra ler, mas valeu cada minuto!! Aí vão dois trechos que gostei muito:

"Não se sentiam mais como noivos recentes, ao contrário do que o comandante e Zenaida supunham, e menos ainda como amantes tardios. Era como se tivessem saltado o árduo calvário da vida conjugal, e tivessem ido sem rodeios ao grão do amor. Deixavam passar o tempo como dois velhos esposos escaldados pela vida, para lá das armadilhas da paixão, para lá das troças brutais das ilusões e das miragens dos desengaos: para lá do amor. Pois tinham vivido juntos o suficiente para perceber que o amor era o amor em qualquer tempo e em qualquer parte, mas tanto mais denso ficava quanto mais perto da morte."


" Florentino Ariza não deixara de pensar nela um único instante desde que Fermina Daza o rechaçou sem apelação depois de uns amores longos e contrariados, e haviam transcorrido a partir de então 51 anos, 9 meses e 4 dias."

Recomendo muito!

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Mensagem para 2009






Para refletir...

"E assim, depois de muito esperar, num dia como outro qualquer, decidi triunfar... Decidi não esperar as oportunidades e sim, eu mesmo buscá-las. Decidi ver cada problema como uma oportunidade de encontrar uma solução. Decidi ver cada deserto como uma possibilidade de encontrar um oásis. Decidi ver cada noite como um mistério a resolver. Decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de ser feliz. Naquele dia, descobri que meu único rival não era mais minhas próprias limitações e que enfrentá-las era a única e melhor forma de superá-las. Naquele dia, descobri que eu não era o melhor e que talvez eu nunca tivesse sido. Deixei de me importar com quem ganha ou perde. Agora me importa simplesmente saber melhor o que fazer. Aprendi que o difícil não é chegar lá em cima e, sim, deixar de subir. Aprendi que o melhor triunfo é poder chamar alguém de 'amigo'. Descobri que o amor é mais que um simples estado de enamoramento, o amor é uma filosofia de vida. Naquele dia, deixei de ser um reflexo dos meus escassos triunfos passados e passei a ser uma tênue luz no presente. Aprendi que de nada serve ser luz se não iluminar o caminho dos demais. Naquele dia, decidi trocar tantas coisas... Naquele dia, aprendi que os sonhos existem para tornar-se realidade. E, desde aquele dia, já não durmo para descansar. Simplesmente durmo para sonhar."

Walt Disney

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Um charme só...

Quem não lembra dele no filme "Sweet home, Alabama"?

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Updatezinho

Momento de muitas reflexões. Projetos pra 2009 e até 2010. Muitas leituras úteis e inúteis. Muito centro espírita. Momentos muito tristes depois da partida da Lauren, mais tristeza ao ver a mãe dela sofrendo muito. Gostaria de ir na missa de 7° dia, mas não vai dar.

Nova fase começando no meu pós. Aulas boas e aulas não tão boas. Milhares de coisas pra comprar pro curso. Pelo menos os presentes de Natal já foram todos.

Estou me esforçando muito pra não me estressar no trânsito. Às vezes consigo, às vezes não. Sábado tem festinha de fim-de-ano do meu trabalho novo, terá amigo secreto e cocktail. Mas estou num momento não muito propício para festas. Sabe quando tu tá afim de ficar mais na tua? Ficar pensando na vida e tal... Acho que deve ser porque está perto do meu aniversário.

Só sei que entrei numas de não me estressar com trabalho, com pacientes, com dinheiro, com horário... E tá legal assim. Os meus neurônios agradecem! :)

Ah! Estou amando "O amor nos tempos do cólera". Estou quase no final e já comprei outro do GGM: "Memórias de minhas putas tristes".

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Ser feliz é uma decisão

Conta-se…

… que no século passado,
um turista americano foi à
cidade do Cairo - Egito,
com a finalidade de visitar
um famoso sábio.

O turista se surpreendeu ao ver
que o sábio vivia em um quartinho
muito simples e cheio de livros.
As únicas peças de mobiliário
eram uma cama, uma mesa e um banco.

- Onde estão seus móveis?
perguntou o turista.
E o sábio, rapidamente,
também perguntou:
- E onde estão os seus...?
- Os meus? – surpreendeu-se o turista.
- Mas estou aqui somente de passagem!
- Eu também... - concluiu o sábio.

A vida na terra é
somente temporária...
Sem dúvida, alguns vivem
como se fossem ficar aqui eternamente e se esquecem de ser felizes".

“O valor das coisas não está no tempo que duram, e sim na intensidade com que sucedem.
Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis."

domingo, 30 de novembro de 2008

Pensando...

Fico pensando em como são frágeis as relações humanas. Uma palavra dita em hora errada, às vezes, é o suficiente para arruinar uma relação de confiança. São poucas as pessoas que têm a sabedoria necessária para cultivar relacionamentos duradouros. Tolerância, paciência e sabedoria são virtudes indispensáveis para o viver bem. Incrível a forma como pessoas uma vez tão próximas conseguem se afastar de forma a se tornarem estranhas entre si. É impressionante como juras de amor caem no esquecimento do cotidiano, nas entrelinhas das coisas que não importam.

Espantosa a forma como as pessoas perdem tempo dedicando- se a pessoas superficiais, efêmeras, desimportantes. Nosso tempo nesse plano é tão breve, nossa vida é tão curta, que deveríamos saber reconhecer quais pessoas são saudáveis para se manterem próximas. Impressionante a quantidade de pessoas que muda da água para o vinho, pessoas que não têm um caráter reto e uma personalidade sólida. Uns e outros que se acham capazes de dominar todos à sua volta em prol de suas vontades e caprichos. Gente movida pelo dinheiro, gente que se relaciona com gente ruim, gente do mal.


****

O filme "Um segredo entre nós" fala bastante sobre relações abaladas dentro da família. Achei fraquinho, bem água-com-açúcar, mas serve para esse tipo de reflexão.

domingo, 23 de novembro de 2008

Simplesmente lindo...



... nada a declarar.

terça-feira, 18 de novembro de 2008

A Dona da História


O dia amanhaceu ensolarado para todos, menos para Natália. Ela só queria ficar sentada na beira do lago, jogando pedras na água e pensando na revolução que ocorria em seus pensamentos. Como sentimentos tão distintos podem habitar a mesma alma ao mesmo tempo?

Natália tem dormido mal há 3 noites. Insônia essa que tem vários nomes e sobrenomes. Desses, alguns têm data pra se dissiparem e outros só Deus sabe. Então ela passa o dia pensando na vida, tentando se concentrar em something else mas something else não aparece. Idéia fixa, fixa, fixa...

Ela compara seu estado de espírito ao de uma esponja seca, sem energias, sem brilho ou qualquer tipo de força para move on. E o sol continua a brilhar e só ela continua na escuridão e totalmente perdida. Natália reza, chora, promete tomar decisões claras e se manter firme nelas. Mas passado um tempo ela desmorona sem saber o motivo. Ela só sente que aquilo que a preenche é o vazio de uma partida.

E também o desejo de ver a nuvem escura ir embora para que o sol entre de novo nos seus dias. E que ele traga consigo o amor da vida dela.

sexta-feira, 14 de novembro de 2008


Coisa mais legal esse minibag de pipocas Yoki! Vem na dose exata sem encher demais a pança!!

domingo, 9 de novembro de 2008

É impossível ser alegre o tempo inteiro...


Livro que comprei hoje na feira do livro


Adoro época de fim de ano. Mesmo com as pessoas no auge do estresse. Gosto desse clima de festa, pessoas programando férias com ou sem a família. E olha que nem sou muito chegada nos calores do verão. Gosto da bagunça que inunda minha família nessa época do ano: onde será a ceia, que pratos serão feitos, se vou comemorar meu niver no dia 25 mesmo ou na ceia do dia 24, se vai ser amigo secreto ou presentearemos todos, qual o valor que será o amigo secreto e por aí vai.

Desde pequena eu sempre contava os dias pra chegar o Natal e eu ganhar oS meuS presenteS. E até hoje continuo ganhando presente de Natal e aniversário, depois de velha e com as duas datas coincidindo. Pena que atualmente as pessoas estão sempre estressadas (me incluo no grupo) e que o espírito de Natal anda tão em baixa. Pra mim a culpa é do egoísmo.

Nessa época do ano eu sempre penso demais na vida. Em coisas que já passaram, coisas que eu gostaria de ter mudado ou coisas que eu gostaria que tivessem acontecido. Ouço músicas que me lembram pessoas diferentes, passo por lugares cheios de memórias. E sempre acabo refletindo um monte. Pensando em coisas e pessoas que já me fizeram sofrer e fico me perguntando como as coisas serão no próximo ano.

E me surpreendo com a superficialidade das pessoas. Tipo... o que importa é o carro que tu tem, a marca de roupa tu veste, os lugares tu costuma ir, qual é a tua profissão, quanto tu ganha, se tu mora sozinho ou com os pais e por aí vai. As pessoas saem na noite não procurando uma pessoa legal, mas sim uma pessoa com 'posses' ou, pelo menos, com um 'futuro promissor'. Acho importante procurar saber sobre a vida da pessoa, mas não que isso seja o determinante para se relacionar com ela ou não. Acho que os casais que dão certo são aqueles que estão no mesmo ritmo, andando um ao lado do outro, com incentivo mútuo.

Algumas pessoas me decepcionam por serem movidas por interesses, mas também existem aquelas pessoas que me surpreendem positivamente. Tá, chega de filosofar... coisa de noite de domingo...

Boa semana a todos!

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Às vezes eu apareço por aqui...


Acho que perdi a mão (e/ou a vontade) de escrever. Talvez seja apenas falta de inspiração. Só sei que entrei numas de cuidar de mim! Estou numas de dormir cedo e acordar cedo pra conseguir fazer ginástica, estou me esforçando para não tomar refrigerantes e reduzi drasticamente o refrigerante.

Comecei a passar bloqueador fator 30 no rosto sempre (inclusive quando está nublado) e também estou passando creme específico pra área dos olhos. Até estou fazendo banho de creme no cabelo!!!! E estou marcando manicure todas as semanas e aplicando máscara facial também!

Semana que vem eu volto a fazer yoga e num futuro próximo quero fazer pilates. Acho que essas eram as metas de 2008 que acabei iniciando só agora, hehehe...

E de resto... bem... estou trabalhando bastante, mas agora procurando me estressar menos, tudo pra preservar esse momento zen. Fiz uma limpa nos meus armários e consegui encher o porta-malas do carro com doações. Continuo morrendo de raiva dos carroceiros e das pessoas que maltratam os animais.

Já estou me agilizando pras compras de Natal e encomendas de torta e salgados pro dia 25. O difícil é se manter no peso com tanto aniversário e festas de final de ano... Como si dice in italiano: tocca a te cuorrere per non ingrassare!!!

Buon fine settimana a voi!

domingo, 26 de outubro de 2008

Compensando...

Dia estressante + correria total + prova + seminário + trânsito caótico + pacientes que me enlouquecem = calzone + chopps 500mL + comprinhas no shopping (2 pares de sapato e 1 biquini).

Porque eu mereço!

domingo, 19 de outubro de 2008

Êêêêê!!!!!

Muito tempo que eu não ia ao parque. E hoje tava muito bom. Sol, horário de verão, toalha na grama, uma garrafa de coca-light 600mL e um livro de mulherzinha da Marian Keyes. A única parte chata foi um carro botando um som pra lá de brega, but... It happens.

No mais tá tudo bem. Indo muito bem por sinal. Acho que a fase neura-estressada-complicada e perfeitinha-não sei o que quero da vida-pára o mundo que quero descer tá passando. Acho que vou conseguir organizar tudo e ser feliz como eu era antes. Até consegui arrumar as unhas!!! De resto é só trabalhar, trabalhar e... o que mais? Ah, sim, claro... TRABALHAR!

Boa semana pra nós e viva o horário de verão!!!!
:)

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Muito linda...

Pena que não consegui pegar o clipe original, mas esse tb vale...

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

A tristeza. Sensação iminente de perda. A perda. Uma coisa bem difícil de lidar. Eu tinha esquecido como era difícil. Será que keep cooler ajuda dessa vez? Uma barra de chocolate alpino, quem sabe? Os amigos e minha família que estão sempre por perto? Acho que nessas horas toda a ajuda é válida.

Eu acho que o fim nos poupará de sofrimentos posteriores. Não que eu não esteja sofrendo agora, bem pelo contrário. Na verdade foi hoje que a ficha caiu. E não gostei do estrago que ela fez ao cair. Mas vai ficar tudo bem. A vida vai ser boa pra nós. Como diz a minha avó: "O que é do homem, o bicho não come." Quem viver, verá, correto? Só quero que a fase ruim passe...

É complicado querer numa hora... desquerer na outra. Não ter certeza das coisas, não saber dizer onde e o que ficou pra trás. Eu só queria que tivesse sido diferente...

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Dance if you wanna dance!!!

Bebendo keep cooler. Sim, eu sei que tá frio, mas não me importa. E estou comendo chocolate Alpino e ouvindo Oasis (The masterplan) e lembrando. Lembrando das madrugadas, lembrando de ouvir as músicas dessa banda no violão e cantando tudo errado porque eu não sabia a letra.

domingo, 5 de outubro de 2008

Lembranças de outros tempos...



Lucky Man
The Verve

Composição: Richard Ashcroft

Happiness
More or less
It's just a change in me
Something in my liberty
Oh my, my
Happiness
Coming and going
I watch you look at me
Watch my fever growing
I know just where I am

But how many corners do I have to turn?
How many times do I have to learn
All the love I have is in my mind?

Well, I'm a lucky man
With fire in my hands

Happiness
Something in my own place
I'm standing naked
Smiling, I feel no disgrace
With who I am

Happiness
Coming and going
I watch you look at me
Watch my fever growing
I know just who I am

But how many corners do I have to turn?
How many times do I have to learn
All the love I have is in my mind?

I hope you understand
I hope you understand

Gotta love that'll never die

Happiness
More or less
It's just a change in me
Something in my liberty
Happiness
Coming and going
I watch you look at me
Watch my fever growing
I know
Oh my, my
Oh my, my
Oh my, my
Oh my, my

Gotta love that'll never die
Gotta love that'll never die
No, no
I'm a lucky man

It's just a change in me
Something in my liberty
It's just a change in me
Something in my liberty
It's just a change in me
Something in my liberty
Oh my, my
Oh my, my
It's just a change in me
Something in my liberty
Oh my, my
Oh my, my

segunda-feira, 29 de setembro de 2008


Eu só queria saber quando essa tristeza vai passar...

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Oh, Lord...

Crises agudas de preguicite pra escrever. Ou é só falta de tempo. Ou é só falta de assunto. Ou é tudo junto!

Por que tudo tem que ser tão difícil, custoso e complicado? Bem que algumas coisas poderiam ser mais simples. E nas horas de tomar decisões difíceis seria maravilhoso ter a ajuda de um anjinho da guarda que nos mostrasse qual o melhor caminho. Também seria interessante se soubéssemos com certeza quem é o amor da nossa vida. Ou seria bom ler a mente das pessoas, mas não algo assim involuntário, onde tu não consegue evitar, sabe? Seria bom se tivéssemos um botão que pudéssemos ativar. Por exemplo: tu tá saindo com uma pessoa e quer saber se ela é verdadeira ou mentirosa... daí tu vai lá e aperta o botão. Só usaríamos nos momentos importantes.

Eu ia ver o show da Madonna. IA. Mas a falta de grana não permitirá. Estou com muita vontade de viajar mas esse ano não vai dar! Comecei um emprego novo e certamente não terei férias... Vou ter que me contentar com algum feriado que possa surgir.

Semana que vem tenho prova... faz uns 3 anos que não sei o que é fazer prova de odonto. Não vejo a hora dessa fase chata das aulas passar e começar a operar. Tá tudo tão corrido... não tenho tido muito tempo pras coisas... Academia? Faz 2 semanas que não dou as caras e, pasmem!, emagreci! Não me pergunte como isso aconteceu... mas juro que não tô chateada com isso, hehehe...

Mas semana que vem volto pra malhação, já que estarei mais adaptada com meus novos horários do meu novo emprego somado aos meus dois outros empregos. E fiz sessões de shiatsu!!! Amei... os nódulos da minha cervical se foram!!!!

E agora vou estudar! Tentar ocupar a mente com alguma coisa que não me ponha dúvidas...

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Só estou vivendo...


Oi. Resolvi dar um "chego" por aqui. Sei que tenho estado meio distante... mas muitas coisas estão acontecendo ao mesmo tempo. Sabe quando tudo fica misturado? Questões pessoais, profissionais e familares? E sabe quando tu não tem tempo pra nada? E quando tu tem que contornar tudo isso tendo 3 empregos e estudando e afins. Comecei no emprego novo essa semana e posso dizer que estou a-d-o-r-a-n-d-o! Sempre é bom mudar os ares, ter novos colegas, novos pacientes. E é ainda melhor quanto teu salário aumenta! :)

Eu achei que seria fácil dar conta de tudo... Mas um aspecto da nossa vida sempre fica, hummm, como dizer... pra trás, em segundo plano. Eu tô numa fase em que sei exatamente o que quero fazer em termos de carreira. Porém, entretanto, todavia, contudo.... estou totalmente perdida no que se refere a emoções. Não tô conseguindo conciliar as coisas muito bem. Só sei que estou repleta de compromissos, provas, seminários e claro, como não poderia faltar... dívidas!!! Essas eu carrego sempre comigo.

Mas sei lá... depois de tanto tempo sem dar as caras por aqui... muita coisa aconteceu... tanta coisa vai acontecer e eu não tô preocupada com isso. Acho que vou deixar a vida me levar pela primeira vez... Estou muito afim de trabalhar bastante, terminar de pagar meu carro (sim, só faltam 8 parcelas), concluir minha especialização, fazer a minha viagem pro Caribe, comprar um apê e engatar meu mestrado em cirurgia. Do resto eu não sei mais nada, mas que isso eu vou concretizar, ah, isso vou!!

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Enxaqueca primavera-verão!


Oh não.... O calor está voltando.... e com ele as minhas enxaquecas. Tenho absoluto pavor desses calorões, esse "bafo" que fica pairando sobre a cidade, a criatura sai do banho e já tá morrendo de calor, sudorese excessiva. Literalmente meu corpo não foi feito pra suportar temperaturas superiores a 30°C, a menos que eu esteja em alguma praia sensacional. Caribe, quem sabe?

Enfim... vou lidar com a minha enxaqueca!

Abraços.

sábado, 30 de agosto de 2008

Perguntas que não querem calar!

#1- Por que diabos os estabelecimentos nunca nos dão o troco de 1 centavo? O preço é R$ 5,99 ou R$ 5,98 e o troco nunca vem completo!! Sempre fica faltando aquele um centavo ou dois centavos.

#2- E nos estabelecimentos onde querem dar o troco completo: Posso te dar 5 centavos de bala? Tem cabimento isso??? Se o contrário valesse... " Olha, faltam dez centavos pra eu completar o valor do produto... Posso te dar uma bala pra inteirar?" Daí a criatura puxa uma niqueleira cheia de balas de todos os valores:

- bala de banana: 2 centavos
- bala 7 belo: 5 centavos
- butter toffies: 10 centavos

Fala sério, né...

#3- Por que os motoristas nunca respeitam aquela faixa branca pintada no asfalto na entrada das ambulâncias no HPS??? A Mari deu o relato de que viu uma ambulância esperando pra entrar no hospital porque um vivente estava em cima da faixa que, teoricamente, deve estar sempre livre.

#4- Por que as pessoas te fazem perguntas profissionais fora do teu ambiente de trabalho? (numa danceteria, por exemplo, já aconteceu comigo e a pessoa mal me conhecia)

"Ahhh, oi Carol, olha só... a minha avó tem que fazer uma prótese. Como é que funciona?" Olha... sinceramente... a pessoa quer que eu explique em poucos minutos a matéria que foi abordada em 4 semestres de prótese!!!

(não me refiro às perguntas feitas by msn ou quando quem pergunta é algum amigo).

ou então:

"Ah, oi Vica, bah... estou com um problemão num processo aí... Será que tu pode dar uma dica?" Acho que se eu fosse advogada eu diria: "Tudo bem, meus honorários são a partir de $$$".

#5- Por que todos os pacientes que sabem que estão com um problema sério na boca sempre diz a frase clássica em diminutivo:

"É só dar uma olhadinha. A minha cárie é bem pequenininha."

E eis o panelão exposto, exigindo tratamento de canal e quem sabe até prótese.

#6- Por que as pessoas continuam sem saber usar a porta giratória dos bancos?

#7- E por que elas insistem em não dar descarga no banheiro público e/ou lavar as mãos?

Bom... quando eu lembrar de mais perguntas... eu volto!

PS: algumas perguntas sugeridas pela Mari e pela Tati.

domingo, 24 de agosto de 2008

Lindo!

É tão perfeito que tive que postar. Vejam até o final porque vale a pena!

Pérolas...

Tava ouvindo o presente que dei pro meu pai, um dvd de um show do Queen, vim catar umas músicas dos caras no youtube, achei clipes muito bizarros, totalmente anos 80 e, parando pra pensar, me deprime pensar que as músicas que uma boa parte do povo escuta hoje é a "Dança do créu" ou aquela do "Cada um no seu quadrado" (ado-aado- cada um no seu quadrado). É deprimente!

E deixo aqui duas pérolas do Queen:





E mais uma:

sábado, 23 de agosto de 2008


Um monte de coisa acontecendo! Por horas, sinto que é coisa demais pra eu segurar. Mas são coisas boas, sabe... Progresso na carreira à vista mas vou ter que me virar em 3! Meu dia precisaria ter umas 34 horas... Mas essa correria tem prazo: 2 anos. E nesses dois anos tenho que conciliar algumas coisas: meu trabalho, curso de italiano, academia, especialização e as aulas no centro espírita. Mas eu sei que vou dar conta... é só ter jogo de cintura. Só até terminar de pagar o carro (mais 10 prestações). E se eu não fizer isso enquanto sou, hum... er..., nova... que dirá quando eu ficar mais velha!!!!

But... mudando de assunto. Depois de mais de 6 meses fui no Gasômetro hoje. Ai, que coisa bem boa... Fiquei lá olhando pro nada, em silêncio. Depois deitei e dormi uns minutos e, antes de ir embora, tomei um chocolate quente de barraquinha triiiii cremoso! Vou ter que catar uma receita na internet e experimentar! E pra completar... café-da-tarde na casa da nonna com tudo que se tem direito!

Preciso arranjar tempo pra fazer a unha, sobrancelha, estudar sobre lesões proliferativas, organizar a papelada burocrática do consultório e lavar a roupa. Nem sei por onde começar... Na verdade, acho que vou ouvir Jack Johnson e deixar tudo pra amanhã!!! :)

Beijos procês!

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Sensacional!


A mulher é excepcional! Tomara que a Fabiana Mürer consiga alcançá-la um dia. A russa Ielena Isinbayeva bateu o record mundial e olímpico (que já eram dela mesmo) saltando hoje 5,05m. E no maior estilo: cheia de anéis, brincos e unhas pintadas de cor bem escura. Sem contar que ela é muito bonita.

domingo, 17 de agosto de 2008

Gangorra emocional. Pra variar. PeloamordeDeus, sossega! Tem tanta gente que consegue!

***

De cara com a campanha eleitoral. Ver as tchutchucas com calça de suplex, de calcinha fio dental, balançando aquelas bandeiras de partido político.. Ninguém merece!! Ainda se as criaturas tivessem corpo pra usar aquele tipo de roupa, vá lá... Então, além da poluição sonora causada pelos carros de som ainda tem a poluição visual daqueles traseiros gordos e celulitosos.

***

Novamente declarada guerra à balança. Até quando esse martírio?!?!?

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Nostálgica...


Saudade de tanta coisa ... De nadar, andar de bicicleta na rua da vó, subir no pé de goiaba, roubar pitangas, andar de carrinho de lomba, jogar stop! e alerta!, jogar vôlei, fazer piquenique no gramado da casa da vó, ir pro colégio de manhã e poder dormir a taaaarde toda, de dançar ballet, ler gibis da Mônica, apresentar peças de teatro de colégio, estudar inglês, acordar com o despertador do JJ (Banana Pancakes), viajar pra SC, dos tempos de faculdade, das festas da faculdade, das festas juninas no bairro em que cresci, da época em que eu tomava banho naquelas piscinas de plástico, do meu falecido cachorro, de quando meus primos vinham nos visitar e a gente brincava a valer, da época em que eu queria ser bióloga, dos desenhos animados, de andar de patins (aqueles que tem que usar com tênis, lembram?), de brincar com brinquedos da minha infância oitentista (lango-lango, menina-flor, pogobol, genius, jogos de tabuleiro, etc...), de ouvir balão mágico aos domingos na casa da vó antes do churrasco ficar pronto. Saudades do chalé em Ingleses, das músicas do Jack Johnson, of the best week ever (!) e dos meus verões na Rua das Bananeiras...

Ahhh, saudade... Saudade da época em que eu não tinha nem idéia de como seria o futuro e eu não tava nem aí pra isso... Sei que o passado não volta e tampouco ele moverá o futuro mas... sinto falta, sinto saudade. É bom ter lembranças boas pra serem lembradas.

PS: tocando a trilha sonora daqui.

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Legalzinho!!!

Acho que me saí bem até...
(Peguei da Vica)


You are The Star


Hope, expectation, Bright promises.


The Star is one of the great cards of faith, dreams realised


The Star is a card that looks to the future. It does not predict any immediate or powerful change, but it does predict hope and healing. This card suggests clarity of vision, spiritual insight. And, most importantly, that unexpected help will be coming, with water to quench your thirst, with a guiding light to the future. They might say you're a dreamer, but you're not the only one.


What Tarot Card are You?
Take the Test to Find Out.

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Feliz!

Eita semaninha corrida!! E foi dada a largada da especialização! Tudo muito bom e cansativo. Mas vale a pena conhecer gente nova e aprender coisas novas. Isso sem falar nos lanchinhos que a coordenação da escola proporciona: torradas, bolos, biscoitos, café, sucos, refris... sem contar o café-da-manhã! Na boa, é muito bom! Na verdade, acho que eles deveriam abrir uma parceria com uma nutricionista porque a galera vai engordar pacas...

E tem umas lojinhas bem legais ali perto (claro que já comprei 2 blusas), salões de beleza e, caminhando um pouco mais, tem o shopping Moinhos e o Parcão!

As aulas são boas (salvo exceções) e os colegas também são legais. Claro que sempre tem aqueles que são mais polêmicos e gostam de incendiar a aula com discussões calorosas. Obviamente teve aulas que dormi (não teve como evitar). Mas acho que o curso vai ser bom! Uma coisa que notei: nessa escola eles não foram cobrar os alunos no primeiro dia de aula antes de darem as boas-vindas (tal qual uma vez aconteceu comigo em outra escola de especialização). Eles nem sequer me cobraram ainda! Eu é que fui lá na secretaria e paguei. E sem essa de deixar 26 cheques pré! Eles imprimem boleto bancário e mandam pra tua casa. A sala de aula é cheirosa e com poltronas estofadas. E os banheiros estão sempre limpos, perfumados e nunca falta papel!!!

Amanhã encerra-se o primeiro módulo e depois, em setembro, tudo de novo...

:) :) :)

terça-feira, 5 de agosto de 2008


Ai que saco, viu... Preciso comprar uma máquina digital! Ninguém merece ter que implorar pela do pai, que fica trancada a sete chaves numa gaveta do guarda-roupas dele, com pouca bateria. Consegui bater as fotos que eu queria, mas na hora de passar pro PC, caputz! Sem carga! E eu queria justamente botar fotos do meu cabelo novo aqui... (Vicaaaa, cortei um pouco e fiz mechas!! Viu? Pode ficar orgulhosa de mim, hehehehe...).

E esse blogger que resolver se transformar pro inglês de repente...

E amanhã começa o meu pó-ós!!!! Coleguinhas novos, obaaa!!!! Agora vou ali preparar a minha lancheira pra hora do recreio! :)

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

domingo, 3 de agosto de 2008

Retardatária...


... em se tratando de cinema sempre deixo pra última hora. Enquanto todos já viram e comentaram os filmes pra mim eu nem tchun! Só hoje consegui assistir o Wall-E e digo que é muito fofo! O filminho quase não tem diálogos mas mesmo assim é uma graça! Acho que o honey baby e eu éramos os únicos que não estavam levando crianças para a sessão. Depois de comer porcarias no cinema fui babar nas vitrines. Nossa, que vontade de comprar tudo que vejo pela frente!!! Estou com fortes tendências consumistas suicidas. Tô muito afim de trocar de celular, tem um branquinho da Nokia que é um amor.

Saindo do Bourbon da Ipiranga viemos pro shopping de Canoas. O caoooossss!!!! Todos os alienígenas soltos. Comecei a via sacra de procurar presente pro dia dos pais e acabei comprando um dvd, pra variar. Como estão caros os dvds. I mean... como eles continuam caros! Em seguida veio a hora de fazer as comprar de higiene pessoal e ir embora correndo, afinal, eu já tava de saco cheíssimo. Mas pelo menos hoje não choveu!! E o meu tricolor ganhou! De novo! :)

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Coisas que quero fazer antes dos 40:

Esquiar, cavalgar, conhecer a Europa, passar a lua-de-mel em Dublin e assistir um show do U2 no Slane Castle, estudar francês, ver um show da Madonna (e rápido antes que ela não faça mais turnês), morar em casa em vez de apartamento, comprar um labrador, ter uma casa na serra, aprender a surfar, tomar banho no riacho, montar um abrigo de animais, conhecer a Argentina (de carro), aprender danças de salão e flamenco, aprender a tocar piano e flauta, passar em algum concurso, fazer algum curso de culinária, iniciar outra faculdade, ter filho(a) (os) (as), botar silicone, passar um reveillon no RJ e um carnaval em Salvador, tirar uma foto com o Zezé di Camargo, ir a um show do Chico Buarque...

Acho que é isso. Por enquanto. São coisas totalmente factíveis, é só querer!

terça-feira, 29 de julho de 2008

Just a bit of memories

Some thoughts that sometimes show up in my mind...





domingo, 27 de julho de 2008

Carta do dia!

A Carruagem

A importância do controle emocional

O arcano da Carruagem emerge do Tarot como arcano conselheiro neste momento da sua vida, Caroline, sugerindo a importância de um maior controle emocional e do entendimento de que antes de querermos ter poder sobre o que (ou quem) quer que seja, é fundamental ter domínio sobre nós mesmos. Saia da inércia, passeie, viaje, conheça gente. É chegado o momento de se pôr em ação na direção das coisas e pessoas que você almeja conquistar. O mais importante, neste momento, é se mover. Ao invés de esperar que as coisas aconteçam, faça acontecer! Quanto mais você esperar, hesitando, maior a chance das oportunidades se esvaírem. Em alguns momentos, precisamos ter o máximo de senso de oportunidade... e alguma velocidade!

Conselho: Momento de agir!

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Só quero um pouco de respeito!

Por que meu cérebro não pára de maquinar pelo menos uma vez na vida?? Tem vezes que eu queria me preocupar menos, pensar menos, me estressar menos e fazer como muita gente faz: "Ah, deixa rolar e depois a gente vê no que dá..."

Essa coisa de ser certinha cansa! Pagar todas as contas antes do vencimento, ser neurótica com horários, não largar essa mania de querer atingir a perfeição dentro da profissão. Os pacientes querendo resposta pra tudo, remédio pra tudo, tudo pra tudo!!! "Mas Dra. Caroline, o meu 'canal' tá doendo e o da minha vizinha não. Por quê?" Ora, quem sabe porque vocês são duas pessoas totalmente diferentes????

São em horas assim que eu entendo o motivo da Mari querer seguir carreira acadêmica. "Ai, Dra eu quero tirar meu siso, mas só posso na sexta-feira, depois das 19h, só daqui 3 semanas e se tiver sol porque não quero faltar meu trabalho!" Porra! De quem é o interesse em extrair o siso? Meu ou do paciente? A criatura é que tem que se adequar aos horários do profissional e não o oposto. Ou alguém já viu médico mudar a agenda dele por causa de paciente? Mas não, dentista, fisioterapeuta, enfermeira, advogado, psicológa e fonoaudióloga são menos profissionais que os médicos, podemos nos desdobrar em mil pra agradar os outros e sequer receber um 'muito obrigada'. E pra depois ainda ouvir: "Ai, tu viu que profissional grosseiro? Deve ter dormido com os pés destapados..."

E como esse é um post-descarregando coisas ruins, encerro com a frase clássica do Dr. House, que passa no canal da Universal: "Everybody lies, mainly the patients." E é verdade, a mais pura verdade!

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Peguei da Vica!




You Are Cilantro



The bad news is that there are some people who can't stand you.

The good news is that most people love you more than anything else in the world.

You are distinct, unusual, fresh, and very controversial. And you wouldn't have it any other way.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Alhos e bugalhos...


Sabe... tava no orkut agorinha e vi o profile de uma pessoa que fez parte do meu passado. É engraçado como o tempo arruma as coisas sem a gente precisar fazer muita força. Tão logo o relacionamento deu errado eu fiquei bem perdida e tal... depois veio a fase da raiva, depois a da indiferença, mágoa e depois veio a fase em que parei de pensar sobre o que aconteceu e superei. Mas o enrgaçado (ou o egoísmo da minha parte) é que eu não tinha parado pra refletir em como essa pessoa estaria hoje, cerca de 1 ano e meio depois. E o que importa é que ela está bem e está feliz. Conquistou coisas que ela merecia e que na época em que estávamos juntos não tinha como acontecer.

Pensei que eu ficaria nostálgica ao ver e ler o que vi e li. Mas não. Gostei de saber que ele está feliz com outra pessoa e que sua essência não mudou. Afinal, não é porque não deu certo o nosso relacionamento que nenhuma das partes mereça ir adiante e tal. Muitas vezes o sentimento de vingança ou o fato da gente sempre olhar pro próprio umbigo faz com que a gente fique cego pra perceber certas coisas da vida.

E isso que vi hoje só reforça a minha idéia de que o 'para sempre' não existe. A gente ama alguém 'pra sempre' até que acaba, até o momento em que a gente cansa de esperar ser amado. Não acho uma boa coisa dizer: "Vou te esperar para sempre de braços abertos!" Isso não vai acontecer. Não vai porque não vai. É fato. Todo mundo vai tocar a vida e é assim que é.

****

Tá, mudando de saco pra mala: o que dizer das pessoas que não usam a descarga em banheiros públicos? Custo a acreditar que na casa delas isso também ocorra!!! Vai cair a mão da criatura se ela der a descarga??? E, vamos usar o argumento do madureira, que prefere não botar a mão num lugar onde outra pessoa botou a mão suja. Normalmente ao lado do vaso sanitário existe um anexo chamado PIA, hehehe...

Na real, acho que as pessoas fazem isso porque não estão nem aí se outra pobre alma vai ter que limpar o banheiro depois, desde que não sejam elas, claro. O mesmo vale pra colocar lixo no chão. Ou vai me dizer que a criatura deixa o lixo espalhado pelo chão da sua própria casa??

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Updating...

Ai, ai, ai... fazia tempo que eu não passava por aqui... E hoje a lua está linda, estou mais relax, terminei de traduzir o artigo, etc... E o tópico é: por que as pessoas não sabem usar a porta giratória do banco? (assunto sugerido pela Mari)

Pois é... eu não sei se o problema é só aqui em POA ou o quê... mas é fato: as pessoas não sabem usar a porta detectora de metais. As criaturas, normalmente pertencentes à espécie tigroydes humanae, ainda não sabem que a porta giratória, justamente por ser GIRATÓRIA, serve tanto para quem está entrando como para quem está saindo. E a parte que eu mais gosto é a dos guardinhas que ficam pajeando a porta. Pô, o cidadão já está quase tirando as cuecas e a bosta do apito ainda dispara. Será que é sobrecarregar muito os neurônios perguntar pro cara se ele tem marcapasso ou alguma placa de titânio ou se simplesmente esqueceu de colocar as chaves dentro do coletor? Ou a digníssima senhora com "todos os anos" já esvaziou a bolsa e ainda tranca a fila (que a essa altura já esta porta afora da agência), não é mais fácil ela mostrar a bolsa para o nosso ultra-mega-power-super-eficiente "guardinha"?

Dia desses eu ignorei e furei a fila mesmo. Pô, eu tava com pressa de ir embora e tinha fila pra sair, é isso mesmo, pra sair do banco! Ah, tenha dó, né? As criaturas pasmacentas estavam esperando um por um dos clientes entrar na agência pra depois saírem. Daí tinha uma guria que não parava de disparar o alarme... Foi lá o "Seu gualda" averiguar e a mulé tinha uma daquelas armas orientais (um nuntchaco). Pode isso??

E já tenho até o próximo tema: por que as pessoas não apertam a descarga em banheiros que não são os da sua casa???

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Porto Alegre da garoa!

Tudo bem que gosto de inverno... mas assim já tá demais!! Porto Alegre tá parecendo São Paulo com toda essa umidade e garoa fina, esse céu cinzento e fechado. Argh!!! Sinto-me entrando em depressão. Preciso da luz do sol pra ficar feliz. Veja bem: luz do sol e não calor de rachar!!

sábado, 28 de junho de 2008

Sintam o drama...

No consultório médico ou odontológico sempre se faz um questionário de saúde e tal. Abaixo segue um diálogo típico:

1. Médico: "O que houve, dona Maria?"
Paciente: "Arruinei."

2. M:: "Mas o que é que arruinou?"
P: "Esse meu pobrema."

3. M:: "Mas que problema a senhora tem?"
P: "Ih, um pobrema antigo."

4. M:: "Há quanto tempo você tem isso?"
P: "Ah, já faz uns par de tempo."

5. M:: "Mas quanto tempo? Uma semana? Um mês?
Um ano?"
P: "Isso."

6. M:: "Como é que começou?"
P: "Começou bem fraquinho."

7. M:: "Mas o que é que a senhora tem?"
P: "Ah, não sei direito."

8. M:: "Mas o que é que a senhora sente?"
P: "Eu fui num outro doutor que pediu uns exames e
mandou eu tomar uns remédios."

9. M:: "Que exames?"
P: "De sangue."

10.M:: "Que remédios?"
P: "Uns comprimidinhos."

11.M:: "Que comprimidinhos?"
P: "Uns branquinhos, redondinhos..."

12.M:: "A senhora sente dor em algum lugar?"
P: "Em que lugar?"

13.M:: "A senhora sente dor?”
P: "Não, minha dor melhorou, agora não tenho
mais."

14.M:: "Mas tinha dor antes?"
P: "Ah, era bem fraquinha."

15.M:: "Onde?"
P: "O quê?"

16.M:: "Onde tinha dor?"
P: "Ah, agora não tenho mais."

17.M:: "Porque a senhora veio aqui?”
P: "Porque piorei."

18.M:: "Piorou do quê?"
P: "Desse meu pobrema."

19.M:: "A senhora tem pressão alta?"
P: "Tenho, mas nunca medi."

20.M:: "A senhora tem diabetes?"
P: "Acho que uma vez eu tive um comecinho de
diabetes, faz tempo, mas aí tomei uns chazinho e
melhorou, agora não sei, nunca fiz exame."

21.M:: "Mas o que é que aconteceu, afinal?"
P: "Eu gorfei uns par de veiz ontem."

22.M:: "E melhorou?"
P: "Disso eu melhorei, mas do meu pobrema tô
pior."

23.M:: "Tomou remédio ontem?"
P: "Tomei uns tibioto e uns anargético."

24.M:: "Qual?"
P: "Catafram e dipironha."

25.M:: "E a senhora tá muito ruim?"
P: "Não, era só o meu pobrema, mas agora tô
melhor."

26.M:: "Dá pra ir pra casa?"
P: "Dá, sim, senhor, se o senhor achar que eu
posso."

27.M:: "Então continua tomando os remédios que a
senhora estava tomando e volta aqui se piorar."
P: "Mas não vai receitar nada?"

28.M:: "Mas me fala só uma coisa: porque a senhora
veio às 3 da manhã?"
P: "É que a essa hora tá todo mundo dormindo, aí
atende mais rápido."

29.M:: "Então tá bom. Entendeu o que é pra fazer?"
P: "Mais ou menos, doutor, mas em casa meu filho
me explica."

30.M:: "Então tchau, tudo de bom."
P: "Obrigada, viu, dotor?"

31.(Do lado de fora do hospital)
P: "Nossa, esse médico é muito bão, falou direitinho
o que o outro já tinha falado ontem."

quinta-feira, 26 de junho de 2008

Olha só a situação:

- 24/06: renovação do seguro do carro = R$ 460,31
- 26/06: pagamento da 12° das 24 parcelas do carro = R$ 547,08
- 02/07: matrícula da especialização (SÓ a matrícula) = R$ 800,00

Tudo isso somado em apenas 1 semana = FMPCC (falência múltipla da poupança E conta-corrente).

quarta-feira, 25 de junho de 2008

Finally!!!


Até que enfim minha vida vai dar uma pausa MOMENTÂNEA da sangria desatada que estava. Fiz a prova final de italiano hoje (sem ter lido um capítulo inteiro) e fui bem. Férias! ÊÊÊÊÊ!!!! Voltei voando pra casa, fui malhar na hora do almoço e depois fui pro consultório. Antes eu tivesse ficado em casa porque um poste de luz pegou fogo e o prédio ficou sem luz a tarde toda. E aqui fica o protesto contra a AES Sul pela demora em arrumar o bagulho lá. Leve-se em conta que no 10° e 11° andar funciona uma clínica de proctologia que faz cirurgias, exames e tal. E vá que no exato momento do incêndio os médicos estivessem operando um paciente? Espero que a tal clínica tenha gerador próprio...

Saí do consultório sem ter produzido nada de bom, exceto uma organização (quer dizer, um princípio de) nas fichas e radiografias dos pacientes. Vim pra casa dar um trato pra fazer a entrevista da minha tão sonhada especialização em implante. Estava marcada para às 19h. Saio de casa 17:30h contando com a maldita hora do rush. Chego no lugar às 18h (gggrrrrr)! Aí, toca achar um parquímetro. Achei, mas não tinha uma puta moeda pra usar. Saí procurando um lugar pra trocar o dinheiro. Resolvido o problema. Chego no lugar da entrevista com meu café na mão, mega adiantada e morrendo de vontade de fazer xixi. Inspeciono o lugar e, pra meu desespero, necas de banheiro. "Vou ter que agüentar até eu sair da entrevista", penso eu.

Mais algumas pessoas chegaram pra seleção e já deu pra sentir que sou a mais nova da turma. Os professores do curso me chamam, me fazem perguntas bem lights e me dizem que está tudo certo e que estou "apta" a cursar o pós. Como sabem se estou apta se não teve nem prova? Na verdade, nesses casos, quem tem que estar apta é a minha conta bancária, isso sim. O aluno pode ser uma anta de bengalas.... contanto que ele tenha grana pra pagar, é o que tá valendo!

Então era isso... agora já posso descansar um pouco pra iniciar o ritmo louco que vem por aí! E agora... vou pro meu momento relax com "Doctor House".

domingo, 22 de junho de 2008

Para diminuir o frio...

... aderi às meias com dedinhos! É uma delícia!!!



quarta-feira, 18 de junho de 2008

Maratonista!


Correndo muito. No sentido literal da palavra mesmo. Ontem eu estava com tanta pressa que me vi correndo em plena Borges de Medeiros a caminho do banco. Hoje também foi uma maratona: aula de italiano de manhã, almoço com a turma, consultório de tarde, academia (na verdade foi só uma corrida na esteira) e aula no centro espírita. Cheguei em casa a tempo de ver o início do jogo Brasil x Argentina (vamos ver no que vai dar, né...) e, pra ajudar, mais de 70 e-mails pra serem lidos.

E semana que vem tem a seleção pra minha especialização em implante. E ainda tenho que bolar uma visita a uma creche da prefeitura pra abordar educação em saúde bucal. E comecei dieta na segunda-feira: pão light, gelatina light, barrinhas de cereal e iogurte light. E SEM CHOCOLATE. Começo a achar que essa idéia de dieta foi uma burrice, quase um atentado à minha sanidade. Sinto que vou morrer sem chocolate, ou então, preciso achar urgentemente outra fonte de serotoninas!

Na verdade seria ótimo que houvesse um 'botãozinho' no nosso corpo (tal como nas máquinas futuristas dos desenhos dos Jetsons) com as seguintes funções:

"EMAGRECER ATÉ 2Kg"
"EMAGRECER DE 3 - 5Kg"
"EMAGRECER DE 5-10Kg"
"AUMENTAR SEIOS"
"ENGROSSAS COXAS"
"EMPINAR BUMBUM"
"FUNÇÃO CLONE GISELE BÜNDCHEN"

Bah, seria muito bom! Dependendo no teu humor matinal, tu seleciona a tua aparência pro dia em questão. Por exemplo:

"Puxa, estou me sentindo tão sem sal hoje... O dia está ensolarado e meu corpo e cabelos não combinam com o sol raiando lá fora."

É fácil! A pessoa vai lá no botão seletor e escolhe um tom de cabelos mais radiante, com mechas em 2 ou até 3 tons, ou então, seleciona umas luzes invertidas. Caso esteja fazendo calor, ela seleciona uma lipo na barriga pra poder usar aquela blusinha justinha que não usa há 3 verões, que foi a última vez que fez dieta. E pronto!!

**********

Deixando o besteirol um pouco de lado, só pra manifestar minha indignação. Fico pasma com essas notícias de escolas sendo fechadas por causa da violência das gangues (desde quando escola virou ringue ou campo de batalha? Acho que perdi esse capítulo...), farmácias de hospitais sendo saqueadas e médicos pedindo demissão por serem agredidos e ameaçados de morte ( PELOAMORDEDEUS!!! Onde isso vai parar??)... É inconcebível... E vou parar por aqui porque esse tipo de assunto faz meu sangue ferver...

domingo, 15 de junho de 2008

Foi ótimo!


O show do Zezé di Camargo e Luciano (11/06/08) no Teatro do Sesi tava muuuuito bom. É a única dupla sertaneja que gosto e, se eles fizerem show de novo em POA, certo que irei! Só quero poder pegar um lugar mais perto deles.

E esse cruzeiro, hein? Chiquérrimo... mas fora do meu alcance. Capaz que a mulherada não vai chegar chegando. A Zilú que se cuide, hehehe...

terça-feira, 10 de junho de 2008

Namorar engorda?

Capuccino companheiro de todas as noites.

Sim. De fato, engorda. Porque tudo acaba terminando na mesa. Tu vai pro shopping com teu namorado e vocês sempre acabam comendo alguma coisa. Um sorvetinho que seja, um milk shake ou uma calzone, nos casos mais graves. Isso sem falar nas sessões de cinema. Xiii... essas então! Nem se fala. No mínimo um pacotão de pipoca + refri mega combo + umas balinhas de goma ou as famosas "azedinhas".

E nos programas noturnos? Na solteirice a mulherada se reúne e começa o aquecimento. Sem comida, obviamente, afinal, nenhuma das gurias quer chegar na balada com uma pança de quem se empanturrou de feijoada, mocotó ou omelete de brócolis. E nada de aquecer com cerveja porque dá barriga. Normalmente elas acabam ficando na vodka, caipirinha ou até tequila, dependendo das intenções da nossa baladeira de plantão. Já a ala feminina que tem namorado sempre faz um aquece num restaurante, pizzaria ou no mínimo dá uma paradinha pra comer um cachorro-quente. E, dependendo do tamanho da orgia gastronômica, o casal aborta a missão de sair pra dançar e acaba indo pra casa pra assistir a um dvd.

E nos findis? Enquanto a ala solteira vai caminhar em algum parque, faz exercícios e tal, a ala casada sobe a serra. Pra fazer o quê??? Claro, tomar café colonial, o que mais seria? Ou então fazem um mega café-da-tarde em casa mesmo ou chamam uma pizza tamanho família no domingo de noite. E por aí vai.

Também é importante ressaltar que a ala casada, embora já ter engordado uns 5kg depois de todo esse estrago, tem mais dinheiro no bolso. Pois, com esses programas mais lights não se gasta tanto. E, com a grana que sobra da balada que elas não freqüentam, pode-se comprar sal de frutas, laxantes, remédios pra emagrecer e, quem sabe, até um tratamento com nutricionista.

Já a ala solteira gasta uma naba na balada. A começar pela produção: sempre falta alguma coisa que as mulheres não têm em casa. Seja um gloss num tom levemente mais escuro do que aquele que temos em casa, o qual, se mostrarmos para um homem, ele dirá que é da mesma cor. Ou então, falta uma blusa que combine, uma calcinha, sutiã ou meia calça que não esteja com fios puxados (nunca se sabe onde e como a noite vai terminar, não é mesmo?). Passemos então para os gastos na festa em si: no mínimo 50 pila + estacionamento + combustível.

Pois é... não se pode ter tudo. Mais magrinha e com bolso mais leve ou mais gordinha com o bolso mais forradinho? You choose!

domingo, 8 de junho de 2008

Simplesmente é a música romântica mais perfeita que existe. Quando eu era mais nova, vivia dizendo que o "amor da minha vida" cantaria essa música pra mim e eu me apaixonaria. Meninices de uma menina sonhadora. Mas acho o filme e a trilha sonora perfeitos, ainda mais nessa época de dia nos namorados. E pela primeira vez na vida, terei um dia dos namorados decente, já que no do ano passado fiquei em casa comemorando as bodas de prata com meus pais e conversando no msn com quem estava solteiro também.

quinta-feira, 5 de junho de 2008

Tudo tem um preço!

Após um dia estafante de trabalho, com direito à reunião às 20h, chego em casa cansada até pra tomar banho. Eis que jaz sobre o fogão uma caneca com branquinho e na pia eu preparei meu capuccino noturno. Então, branquinho + capuccino, às 22:30h da noite, resulta em:


quarta-feira, 4 de junho de 2008

Hoje...

Acordei morrendo de preguiça (pra variar), fiquei me espreguiçando quase meia hora e levantei pro café. Depois de uma bela torrada e uma xícara gigante de café-com-leite, me vesti e fui pra aula de italiano. Um trem lotado me aguardava. Normal. Consegui me inserir dentro do vagão em meio a cotovelos e guarda-chuvas. Desço na estação Mercado, atravesso aquela concentração de camelôs. Começa a chover fraquinho, não quis usar minha sombrinha. Aperto o passo. As pessoas simplesmente são loucas. Estão caminhando em um determinado ritmo e do nada param no meio da rua. Quase provocam um engavetamento de pedestres. Me irrito. Passo a caminhar pelo meio da rua pra tentar chegar a tempo na aula. Ao final da aula sigo o resto da Voluntários até chegar ao prédio da Tumeleiro. Fui buscar uma encomenda da minha mãe pra economizar importantíssimos 7 pila. Pego o trem e chego em Canoas às 12:10, saio do trem em meio a cotovelaços porque os alunos de colégio não sabem que dois corpos não ocupam o mesmo lugar no espaço.

Vou para o consultório e no caminho pego um iogurte pra tapear a fome. Começo a atender às 13h e sigo até às 15h, que é quando consigo almoçar (em dez minutos) a marmita que minha mãe trouxe. Sigo o atendimento até 16:30h. Saio do consultório, passo em casa e sigo para a sessão tortura do dia: depilação com cera quente. Não vou nem comentar. Saio do salão quase 18h, vôo para o consultório de novo e atendo o paciente das 18h. Chego em casa, janto, tomo banho e vou para a aula do centro espírita, das 20h às 21:30h. Volto pra casa, já são 22h, tomo um capuccino, abro isso aqui, despejo essa rotina que está acabando comigo enquanto ouço o jogo da Libertadores (Riquelme FDP) e chega por hoje! Não agüento mais!

Arrivederci!

segunda-feira, 2 de junho de 2008

Sometimes I drive myself nuts!


A bit tired of everything. Tired of the same musics,the same clothes, the same country, the same problems and the same other's complains. Tired of writting in Portuguese, as you may see. Sometimes I think the best thing to do is just let it go. But instead... I never let it go. 'Cause I want everything to be perfect, mainly my job, my relationships and as the time goes by I notice that's a utopian. A few days ago I realized that I'll be forever this way: a person who demands the perfection. But sometimes all I wanna do is stay at home, reading my stuff, relaxing, studying new languages. Sometimes I don't wanna grow up and I feel like I'm still a teenager.

I'm affraid of what's coming: a big step in my career. My postgraduation. I panic when I think that costs too much and I don't have enough money to pay it. Of course, my parents are going to help me and I'll keep saving some money. Boring. It's boring when you want some expensive clothes and you can't buy it. For God sake, what am I working for? Only to pay my bills? And to invest in my career? Actually, I think so. At least I think that's the answer till now. But someday it will be diferent. Someday I'll work to do what I want. 'Cause since now I'm making lots of plans. And I think you should do the same. Making plans and feelings around us are the things that keep us alive. Live the best you can. Do the best you can. And don't forget dreaming!!

terça-feira, 27 de maio de 2008

De novo!

E amanhã... all over again! Botar aparelho de novo para corrigir alguns problemas que ficaram pendentes... Ninguém merece!

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Melhor que o Caçador de Pipas...


... na minha singela opinião, o livro "A cidade do sol", de Khaled Husseini, superou o best seller "O caçador de pipas". Talvez pelo fato de as personagens principais serem duas mulheres. E, diga-se de passagem, mulheres muito mais interessantes que aquelas dos livros do Sheldon. Pra quem ainda não leu, recomendo. É um livro com um final menos triste que o Caçador de Pipas, mas que mesmo assim me fez chorar em algumas partes, porém com um final mais ameno, sem tanta desgraça. Recomendo, e muito! Aqui tem duas passagens que achei excelentes:

"Mariam desejou muitas coisas nesses momentos finais. Assim que fechou os olhos, porém, as tristezas se foram e tudo o que sentiu foi uma imensa paz se abater sobre ela. Pensou em sua chegada a este mundo, a filha harami de uma aldeã humilde, algo que não foi desejado, que não passou de um lamentável acidente. Uma erva daninha. E, no entanto, estava deixando este mundo como uma mulher que tinha amado e sido amada. Deixava esta vida como amiga, companheira, protetora. Como mãe. Finalmente, alguém importante. Não. 'Não', pensou Mariam, 'não era tão ruim assim morrer desse jeito'. Não era mesmo. Era um fim legítimo para uma vida que começou de forma ilegítima."


"Uma jovem Mariam está sentada junto à mesa, fazendo uma boneca à luz de uma lamparina a óleo. Está cantarolando. Tem o rosto suave e juvenil, o cabelo foi lavado e está penteado para trás. E não lhe falta nenhum dente.
Laila a vê colar pedaços de lã na cabeça da boneca. Em poucos anos, essa menina vai ser uma mulher que pede muito pouco da vida, que nunca incomoda ninguém, que nunca deixa transparecer que ela também tem tristezas, desapontamentos, sonhos que foram menosprezados. Uma mulher que vai ser como uma rocha no leito de um rio, suportando tudo sem se queixar. Uma mulher cuja generosidade, longe de ser contaminada, foi forjada pelas turbulências que se abateram sobre ela. Laila já consegue ver algo no olhos daquela menina. Algo tão arraigado que nem Rashid nem os talibãs conseguiram destruir. Algo tão rijo e inabalável quanto um bloco de calcário. Algo que, afinal, acabou sendo a sua ruína e a salvação de Laila. A menina ergue os olhos. Deixa boneca de lado. E sorri.
'Laila jo?'"

sexta-feira, 23 de maio de 2008

Tem alguns 'madureiras' que vão ralhar comigo por isso, mas que o Renato Gaúcho e o Fluminense mereceram a classificação muito mais do que o SP, ah!, isso foi!!!

terça-feira, 20 de maio de 2008

Ai, ai...


Porque ultimamente é só nisso que consigo pensar... Me leva?

domingo, 18 de maio de 2008

A Terra está povoada por alienígenas!

Odeio mentira e falsidade, sabe... Actually, acho que ninguém suporta isso. E então tu percebe que gente que passou contigo uma faculdade inteira simplesmente não te suporta. Fingia ser tua amiga enquanto apenas te tolerava. Olha, sinceramente, go to hell!! Cada um tem o que merece e é por essa razão que essa pessoa está sozinha do jeito que está.

Hoje fui a um velório. Fazia cerca de 15 anos que eu não ia. É complicado encontrar uma penca de conhecidos numa circunstância dessas. Amigos da família que me viram crescer e eu cresci com os filhos deles, brincando a minha infância inteira na rua onde essa senhora viveu. Fico imaginando quando eu estarei no lugar da família dela... Bate um medo, uma apreensão...

Daí, ligo a TV e vejo no Fantástico uma matéria sobre mães que abandonam seus bebês. Olha... é um soco nos rins. Essa gente sem noção que existe por aí me dá muita raiva. Famílias mega pobres que em vez de ter apenas 1 filho resolvem ter de 5 pra mais. Gente que passa fome e tal, mas em vez de comprar comida, prefere tomar pinga e fumar. Não bastando isso, começa uma reportagem sobre crianças que perdem a infância trabalhando para indústrias fumageiras. A quantidade de nicotina que elas têm no organismo equivale a uma pessoa que fuma. E isso se dá devido ao contato com as folhas do fumo. Aí, vem o presidente do sindicato do fumo (ou algo assim - SINDFUMO) dizer que as indústrias de tabaco estão todas regulamentadas e dentro das normas. É óbvio que eles sabem que essas crianças estão lá trabalhando porque isso está no contrato quando eles empregam os pais dessas crianças. Raiva, viu...

E não bastando isso, esses dias vi a Luciana Gimenez falando sobre uma mulher que tinha uma tesoura na cavidade abdominal, que foi esquecida durante uma cirurgia que a paciente fez há 25 anos. Tá, até aí tudo bem. O problema foi quando a Luciana começou a entrar em detalhes técnicos da medicina. Pegou a radiografia da mulher e começoua olhar. E olhou, mas de ponta-cabeça. Aí a médica que estava no programa foi arrumar o Rx e explicar praquela anta como se fazia pra visualizar. Olha, nenhum leigo tem obrigação de saber olhar um raio-X do jeito correto e tal, mas então não se mete à besta, né?? Fala sério, pô, tinha uma médica e um advogado falando sobre o caso. Precisava a doida lá dar uma de entendida, tchê??

Pára o mundo que eu quero descer, viu...
Chegou a gripe. Tava demorando. Queria ter ido na Balonê ou na Boys don't cry. Não deu. A não ser que eu andasse com um pacote de lenços embaixo do braço. Cheguei do trabalho com a cabeça explodindo de gripe e pra ajudar prensei o dedo na porta do elevador. Pelo menos a unha não ficou roxa, mas ainda tá doendo.

Fui jantar na minha tia. Tava bem bom e ainda ganhei uma sessão de acupuntura pra descongestionar o nariz. Acredite, funciona! Ainda mais depois de ter bebido umas tacinhas de vinho.

E vou tomar sibutramina pra ajudar a eliminar os 3 kg que insistem em ficar. Não, não é anfetamina. "Anfetamina é veneno pra rato, não se deve tomar" - palavras da Nanda. A sibutramina vai agir no centro da saciedade, não vai acelerar metabolismo e nem atuar no centro da fome. É mais cara que uma anfetamina e demora mais pra fazer efeito, mas vamos tentar.

terça-feira, 13 de maio de 2008

Consumismo...

Tentando organizar as músicas que venho baixando há mais de um ano. Nem preciso dizer o caos que estava. Comecei a organizá-las mas parece que as diabas nunca acabam!

E tem tanta coisa que eu queria fazer, porém, como estou economizando para outros fins, não vai dar. E além disso, já cometi umas extravagâncias esses últimos dias: um colarzinho (muito fofo), 1 par de brincos (na verdade foram dois, mas um deles minha mãe me deu, então não conta), 2 blusas na Festimalhas (uma pechincha, 20 pila cada) e o ingresso pro show do Zezé (como esse foi caro de verdade é melhor não comentar). Eu queria ir na Balonê, no Cirque du Soleil, pro Caribe no fim do ano e pra Porto Seguro no próximo carnaval. E queria quitar o carro, pagar o seguro à vista e fazer mais um monte de coisas!!!

Alguém é parceiro pra assaltar um banco???

domingo, 11 de maio de 2008

O caçador de pipas

Quando me disseram eu não acreditei muito. Que era uma história triste e tal, mas ainda nem cheguei na metade do livro e li coisas que me deixaram muito triste. Saí dos livros levinhos da série "Becky Bloom" e caí de cabeça no "Caçador de Pipas". Depois vou querer assistir ao filme, que me foi bem recomendado.

E falando do dia das mães, bom... foi ótimo! E fico me perguntando se um dia serei mãe. Sei lá... é algo que ainda vejo a anos-luz de distância. Ou será que vou confirmar o que eu digo desde 2005 que é muito mais fácil ter um labrador. Meio cruel isso de ter um cachorro e era isso. A impressão que tenho é que não estarei preparada nunca. Tem gente que diz: "Se tu pensar demais, tu acaba optando por não ter filhos." Será? Bem, cada um faz a sua opção. Ou não. Tem vezes que nada foi planejado e o destino planeja por ti. Eis-me aqui, prova viva disso.

Boa semana!

sexta-feira, 9 de maio de 2008

Eu quero, eu posso, eu consigo!

SEMPRE LUTAR
TALVEZ CONSEGUIR
NUNCA DESISTIR

É algo assim que tá escrito na tua porta, né Mari? Enfim, sabe quando uma onda de otimismo te invade e tu te sente tão powerful? Os problemas ficam tão pequenos e teus objetivos ficam mais próximos. Sei lá o motivo, mas estou nessa fase (ainda) de "Eu quero sempre mais". Mas a melhor parte é que agora acho que vai dar pra buscar esse "mais". Concretamente falando. Estou numa fase boa, calma, sem grandes percalços, de bem comigo mesma. Até parei de implicar com a balança, sabe... Nunca mais me pesei mesmo!!

Tava ouvindo agorinha e acho que vale a pena publicar essa versão de "Relicário":

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Eu ia escrever sobre alguns absurdos da justiça brasileira, como a demora do caso Isabela, sei que tem toda a parte burocrática e todas essas coisas do direito penal (que por sinal não entendo um ovo), mas garanto que se o crime tivesse ocorrido em uma família paupérrima, os pais já estariam presos e aguardando julgamento há muito tempo. Também tem o caso da Irmã Doroty, onde um ano depois o tal jagunço voltou atrás e disse que o fazendeiro lá não tinha encomendado o crime. Faça-me o favor, né? Não vou nem comentar.

O que me fez mudar de idéia sobre o que escrever é o que eu acabo de ver no site da Sobracid, escola onde eu ia (sim, no futuro do pretérito mesmo), eu IA cursar especialização em implante. Acontece é que a coordenação do curso se "enganou" ao publicar no site o valor da mensalidade como R$1200,00. O preço real é R$1800,00, ou seja, fora de cogitação. Saco, viu...

E agora tem essa pra digerir... eu tava tão empolgada... com tantos planos... É foda...

:(

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Delicious...


Findi na serra, compras, excessos gastronômicos, muito trabalho, retorno à academia, inverno, friozinho, vinho, livros... E eu aqui, com minha xícara de capuccino (divino!). Amo muito tudo isso!

quinta-feira, 1 de maio de 2008

Feriado produtivo!

Que nada... fico no ócio total, passo quase o dia todo de pijama. Coisa boa! Adoro ficar de pijama até tarde. Bem, na verdade não uso pijama, uso abrigo de moletom. Sim, porque nesse friozinho é só assim que consigo dormir, quase morro se uso um daqueles pijamas fininhos estilo "Marisa".

Tá. Acordo lá pelas nove, saio da cama pelas dez. Minha mãe tá enlouquecida na cozinha fazendo pizza com massa caseira. Tomo café e volto pra cama pra terminar "Becky Bloom - Os delírios de consumo na 5ª avenida". Outro livro que devoro em menos de 2 dias, cerca de 430 páginas. É bem levinho estilo "O diário de Bridget Jones", porém, mais divertido. Agora tenho que correr atrás do "As listas de casamento de Becky Bloom", que é o próximo da série. Enquanto isso, volto pro meu "O caçador de pipas".

Depois de almoçar e acabar o livro, saio da cama com muito esforço e vou pro banho. Aquecedores a gás! HUMPF! Pro diabo que os carregue, viu? Tomo um banho quase morno porque o gás do condomínio está acabando.

Chega a manicure e vou pra sessão 'beleza' do dia. Depois dela ter tirado um 'bife' de cada mão, fico pronta. Resolvo pintar as unhas de vermelho pra disfarçar o sangue no canto da unha. Acho que mulher tinha que nascer sem cutículas, sem pêlos e nunca ter cabelos brancos. Só no meu sonho, né?

Apesar do tempo emburrado, dou uma saidinha pra não dizer que fiquei o feriado todo em casa. Fui visitar minha tia-prima e seu namorido. A meninas (Nina Rosa e Hanna - uma siamesa e uma pug) estão uma gracinha. Tomo café com eles e meus avós, que também estavam lá de visita. Nesse tempinho que passo lá, aproveito pra fazer meu tema de italiano e arrumar as contas do mês. Até que não fui tão improdutiva hoje. Bem, daí sim, começaram as pérolas do dia: um arquivo musical que o Jéferson conseguiu: só velharias, pérolas dos anos 80 e 90. Sente a listinha:

- "Feiticeira, feiticeira" - Amado Batista;
- "Nessa longa estrada da vida, vou correndo e não posso parar" - Milionário e josé Rico;
- "Manequim" - Dominó;
- "Super Fantástico" - Balão Mágico (adoroooo);
- "Ela é doida demais, ela é doida demais..." - Reginaldo Rossi;
- "Conga, la conga" - Gretchen;
- "Revoluções por minuto" - RPM.

E ainda teve Blitz, Luiz Caldas, Mamonas assassinas, Waldick Soriano, Ataíde e Alexandre, Bruno e Marrone, Leandro e Leonardo e outras que nem lembro mais. Volto pra casa com minha bagagem brega muito mais cheia e decidida a ir no show do Zezé di Camargo e Luciano, que, afinal, é a única dupla sertaneja que gosto.

Chego em casa seca pelo meu PC e dou de cara com meu pai navegando pelo youtube. Tento fazer ele ir embora mostrando um vídeo em italiano. Não deu certo. Resolvo fazer chapinha no cabelo enquanto isso. O próximo passo seria colocar um incenso no meu quarto, hehehe... o pai não suporta. Mas não foi necessário, cá estou eu, escrevendo com detalhes meu dia de hoje, ao som de Zezé di Camargo e Luciano no seu melhor cd: o duplo do show que teve no Olímpia.

E de resto? Bem, de resto só fica a preguiça de ter que acordar cedo amanhã...

Beijos procês!

segunda-feira, 28 de abril de 2008

Plans, plans and more plans!!!


Pois é, a fase deprê passou, penso eu. Afinal, ela vai e vem independente da minha vontade. Mas tenho estado bem mais otimista nesses últimos dias. O inverno está a caminho (amo inverno!), os passeios à serra ficam mais interessantes. In fact, nesse findi vou pra Nova Petropólis com o ragazzo.

*****

Tenho trabalhado bastante nesses últimos dias. O consultório tá mais movimentado e isso bom já que a palavra do momento é economizar. Faz tempinho que não compro nada pra mim e, quando resolvo me dar um livro de presente, ocorre algo que me deixou P da cara. Como eu havia dito em outro post, eu estava lendo "Os delírios de consumo de Becky Bloom", consegui emprestado com uma amiga. Fui na Cultura à procura de um livro em italiano ou em inglês. Eis que encontro um livro da mesma autora de "Os delírios...", baratinho (R$ 16,50), tri atraente e em inglês. Bah! - perfeito - penso eu. O título é "Confessions of a sophaholic". Quando pego o livro pra ler, pasme!, é exatamente o mesmo livro que eu tinha acabado de ler, aquele mesmo, "Os delírios de consumo de Becky Bloom". Fiquei com vontade de atirar o livro longe. O Nelsito acha melhor trocar o livro, mas não tinha os outros livros da série Becky Bloom. Enfim... acho que vou acabar lendo o livro daqui um tempo.

*****

Se tudo der certo, começo o pós em julho, serão dois anos apertados ($$$), mas já tenho planos pra quando eu terminar: viajar! E acho que é pra isso que vou trabalhar: viagens! Quero viajar todos os anos, conhecer todos os lugares que eu tiver vontade.

*****

E estou enjoada do meu cabelo. Não estou afim de cortar muito, talvez a franja e tonalizar. Pensei nas tais mechas, mas dá muito trabalho mantê-las sempre impecáveis. Vou acabar me rendendo ao tal casting creme gloss.

domingo, 27 de abril de 2008

Record...

Um dia e meio! Foi o tempo que levei pra ler "Os delírios de consumo de Becky Bloom". Leitura tri levinha, muito engraçada, típica pra descontrair de um dia estressante. É uma série de 5 livros... e lá vamos nós. Mas no momento peguei pra ler "O caçador de pipas". Já me disseram que é bem triste, vamos ver, né...

PS: até que enfim um dia lindo de sol...

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Meu nome será trabalho!

Well, well, well... após uns dias de folga, voltei. Pra falar a verdade, estava de saco cheio do Devaneios. Muita coisa aconteceu durante a minha ausência:

- conflitos de ordem pessoal/emocional (in off);

- minha decisão de fazer o bendito pós em Implantodontia que dura 26 meses (sim, pasmem que, em vez de cobrarem a mensalidade de R$ 1800,00, agora o valor foi corrigido para a bagatela de R$ 1200,00, vou poder cursar!! :]);

- desisti de ler "Os sete níveis da intimidade" porque tava exigindo muita concentração da minha parte e no momento não tô boa pra isso. Portanto, mudei para "Os delírios de consumo de Becky Bloom" que a minha coléééga Mari me emprestou. Ainda estou no início, mas já dei várias risadas (depois eu conto melhor como é o livro);

- vi 2 vídeos em italiano (um sarro), tá, eu confesso... deixei com as legendas em italiano e consegui entender 90% das frases. Muito bom, recomendo...

- e a palavra de ordem agora é: ECONOMIZAR!! Sim, porque, fazer esse bendito pós, pagar carro, arcar com as maledetas despesas fixas (as quais não dá pra se livrar, né) e ainda comprar instrumental de implante (que deve dar quase uns 10 mil) não há corpitcho que sustente... Toca-te a trabalhar!!!! Mas vale a pena, olha só o que serei habilitada a fazer:

Era assim... ... e ficou assim!

domingo, 20 de abril de 2008

Filmitos!


Feriado cheio de filmes. Tá, na verdade foram dois no cinema, pelo menos até agora. Um deles é o 'Awake' com a Jessica Alba e o outro é o 'Street Kings' com o Keanu Reeves (lindo!).

O primeiro tem um enredo legal até, mas a história poderia ter sido mais bem explorada. O filme conta a história de um rapaz que está sendo submetido a um transplante de coração, porém, ele passa a cirurgia toda consciente (mesmo tendo recebido anestesia geral) e descobre uma trama envolvendo sua namorada.

O segundo é bem mais legal que o primeiro. É um filme policial/ação que também envolve tramas e falcatruas dentro da polícia de LA.

Findi bem proveitoso em se tratando de cinema. Cheio de excessos gastronômicos: Mc Donald's (depois de mais de 6 meses sem comer um n°3, sexta quebrei o Mc Jejum), calzone de 4 queijos, churrasco e por aí vai.

sábado, 19 de abril de 2008

Adoro ela!! Sem palavras...



Don't Tell Me
Madonna

Composição: Madonna

Don't tell me to stop
Tell the rain not to drop
Tell the wind not to blow
Cause you said so, mmm

Tell the sun not to shine
Not to get up this time, no, no
Let it fall by the way
But don't leave me where I lay down

Tell me love isn't true
It's just something that we do
Tell me everything I'm not
But please don't tell me to stop

Tell the leaves not to turn
But don't ever tell me I'll learn, no, no
Take the black off a crow
But don't tell me I have to go

Tell the bed not to lay
Like the open mouth of a grave, yeah
Not to stare up at me
Like a calf down on its knees

Tell me love isn't true
It's just something that we do
Tell me everything I'm not
But don't ever tell me to stop

(Don't you ever)
Tell me love isn't true
It's just something that we do
(Don't you ever)
Tell me everything I'm not
But please don't tell me to stop

(Don't you ever)
Please don't
Please don't
Please don't tell me to stop

(Don't you ever)
Don't you ever
Don't ever tell me to stop

(Tell the rain not to drop)
Tell the bed not to lay
Like a open mouth of a grave, yeah
Not to stare up at me
Like a calf down on its knees

terça-feira, 15 de abril de 2008

Pois é... o frio está chegando... AMO!! Acho que jamais conseguiria viver no calorão o ano todo, credo!! O inverno é mais elegante, mais aconchegante, dá pra ficar abraçadinho sem precisar derreter e o desodorante vencer... Foda é passar o inverno sem companhia, sei bem como é... é cruel. Mas o inverno tem um porém: dá vontade de comer o mundo coberto de chocolate. ARGH! Ainda não me livrei dos quilos adquiridos nas férias e na páscoa, ninguém merece! Parei de jantar e intensifiquei a academia, estou indo todos os dias, seja a hora que for.

*****

Esses dias estava conversando com alguns colegas do meu trabalho e ficamos pasmos com a ambição de certos alguéns que não posso citar aqui no cyberspace. Algumas pessoas passam por cima de valores fundamentais pra subir na vida de qualquer maneira. Tiram proveito de tudo aquilo que podem e que não podem, prejudicam outras pessoas por umas patacas a mais. E o pior, essas pessoas contagiam outras e a mentira, a falsidade e a falta de escrúpulos cresce, cresce e cresce. Na real, eu não tava pronta pra vir num mundo desses, sabe... As pessoas estão cegas pelo consumismo, dinheiro, aparências e mentiras. É impressionante a maneira como todos estão ficando 'acostumados' a roubos, assaltos, ladroagem, desonestidade e por aí vai. A espiritualidade da maioria está abaixo do cú do cachorro, eles não percebem que as coisas que fazemos, cedo ou tarde, voltam. Ah, se voltam... Pode demorar, mas voltam.

Portanto, não faça aos outros aquilo que não gostaria que fizessem a ti.

Acho bem cabível publicar aqui uma propaganda que gosto muito. Lá vai:

domingo, 13 de abril de 2008

Beba, caia e levante... e depois, dê risada!

É velhinho, mas ainda acho graça...



Eles são ótimos!!

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Desvairada...


A paciente entra no consultório da dentista, se queixando de algumas restaurações fraturadas e disse que é dentista aposentada. Bem que eu notei pois ela chegou dizendo o número dos dentes, a face que estava fraturada e alguns outros detalhes que um leigo não saberia dizer. E então ela começa a contar sobre alguns dramas que ela viveu e tal (pra vocês verem que até quando um dentista é paciente, ele acha que a cadeira é um divã, hehehe...). Enfim, fiz o procedimento e, bem no finalzinho ela me diz:

- Ah, olha só, esqueci de dizer uma coisa...
- O que, D. Fulana?
- Esqueci de dizer que tenho hepatite C.
- Ah, sim.... Que bom que a senhora lembrou de dizer só agora.
- Pois é... nunca me lembro desses detalhes!
- Detalhes?? Bem, e se eu tivesse HIV, a senhora gostaria de ficar sabendo somente ao final do procedimento?

Ninguém merece... Fica o alerta aos meus colegas da área da saúde, que lidam diariamente com pessoas contaminadas, seja HIV ou hepatite, que devem sempre usar o EPI completo, como se todos os pacientes fossem contaminados por alguma coisa. E, muito importante também, o preenchimento completo das fichas de anamnese, indicando doenças que o paciente teve, reações alérgicas, tratamentos em andamento e medicações administradas. Nesse caso, não tinha anotação nenhuma na ficha da paciente no que se referia à hepatite C. Obviamente, depois que ela passou pelas minhas mãos, anotei em letras garrafais, piscantes e em cor neon: PACIENTE PORTADORA DE HEPATITE C. Pelo menos o próximo colega que atendê-la irá tomar mais cuidado.

domingo, 6 de abril de 2008

Findi


Coisa bem boa os amigos, né? E esse findi foi particularmente bom! No sábado, teve churras de aniversário da minha amiga da foto acima! PARABÉNS, AMIGA!!! E hoje, teve a noite das meninas: Desirée, Luize e eu. Que saudade que eu tava de vocês, suas xulés!!!

PS: meus cabelos mega arrepiados!!

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Tudo de tudo!!!

Deixando a preguiça de lado, retornemos ao blog. Semaninha sem maiores sobressaltos, mas bastante corrida. Quarta teve dissertação do mestrado da Mari (Parabéns, amiga!! Tu merece!) e retomei as aulas do centro espírita. Bastante trabalho na quinta e hoje, academia todos os dias, dieta intensificada (ninguém merece), bastante trabalho amanhã, aniversário à noite, almoço de domingo nos gringos e segunda começa tuuuuudo de novo.

*****

E a correria é tanta que estou com uma fila de livros me esperando ansiosamente. Atualmente estou lendo "A bússola de ouro". E na espera tem: "O caçador de pipas", "O príncipe", "O guardião de memórias" (acho que é isso), "Os sete níveis da intimidade" e "O sucesso é ser feliz". UFA!!! E ainda pra ajudar, "A bússola de ouro" é trilogia - ninguém merece! - sempre acabo gostando desse tipo de livro ($$$!!!!).

*****

Já fiz a declaração do IR e verifiquei que receberei restituição. De novo. ÊÊÊÊÊÊ!!!!! Coisa boa ganhar uma graninha que não estava no script. Ainda mais quando vem dos cofres do governo, onde a corrupção impera. Nem vou tocar no assunto Lula, me enoja, principalmente quando sei lá quem (acho que foi o vice dele, me corrijam se estou errada) falou que apoiaria seu terceiro mandato.

*****

Para aqueles que têm acesso ao shopping de Canoas, está ocorrendo a promoção da 'ecobag', que é uma sacola ecológica (tradução literal, hehehe), com as notas fiscais de R$100,00 em compras + R$9,90 e você a leva para casa. Semana que vem pego a minha. Contribua para o meio ambiente e pare de utilizar sacolas plásticas, isso já é feito em países de primeiro mundo. Na NZ, por exemplo, quem utiliza as sacolas plásticas do supermercado tem que pagar uma taxa adicional por isso.

*****

E a última novidade por hoje é que penso seriamente em encarar um mestrado ano que vem. Tudo dependerá se dentre os pré-requisitos estiver a especialização na área. Se não precisar, beleza, dependerá só de mim, basta estudar!!! Pra mim isso não é problema...